Sexta, Outubro 31, 2014

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados.

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos.( 2 Co 4. 8-9).

alegre

Quantas vezes irmãos nos encontramos sozinhos, pensamos até que Deus nos abandonou?? Achamos que será difícil enfrentarmos e vencermos as dificuldades. De todo as maneiras e lados somos oprimidos pelos obstáculos e percalços da vida, por nossas lutas diárias, porém não somos esmagados nem desamparados. Ficamos perplexos porque não compreendemos os motivos e as razões de determinadas coisas nos acontecem, mas não desanimamos, não desistimos e jamais seremos derrotados.

Da mesma maneira como Jesus tomou o cálice da dor, da angustia e do sofrimento em suas mãos, e foi prensado no Getsêmani, e disse a seus discípulos “a minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui e vigiai comigo”.  E com o rosto no chão clamou ao Senhor orando disse: “Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” Mt. 26:39. E nós? Como devemos agir? Ficar triste por isso? De maneira nenhuma, antes devemos nos alegrar porque se sofremos com Ele, e também com Ele reinaremos.

Acredite irmãos que nossa dor, nosso sofrimento atual em nada podem ser comparados com a Glória que nos será revelada.

Portanto se sofrermos com Ele reinaremos, se o negarmos também ele nos negará, se formos infiéis, ainda assim, ele permanecerá fiel, e não pode negar-se a si mesmo, porque somos parte dele.

Paz do Senhor pra todos e que a graça e a misericórdia de Deus esteja conosco sempre. Amém!

Diaconisa Rogéria Reis Satelis